terça-feira, 31 de janeiro de 2012

PONTUAÇÃO

Se eu fosse um ponto de interrogação, ninguém me perguntaria nada, avisados pela minha constante dúvida anunciada. Eu devo ter cara de três pontinhos. Acham que, pode demorar, mas vou sempre dizer qualquer coisa. Ou, pelo menos, que fico a pensar nela. Afirmativamente. Se eu fosse um ponto de interrogação, não haveria dúvidas em relação às minhas. Ninguém ficava à espera de nada.

Teria tempo para descobrir respostas que me servissem para as minhas próprias perguntas e, quando me sentisse pronta, lançava a parte de cima ao mar, ancorava-me e tornava-me um respeitável, velho e intocável ponto final.

2 comentários:

  1. Intocável não, já que até um ponto final pode anunciar um novo parágrafo, ou não.

    ResponderEliminar
  2. Ou não ponto de interrogação, ou não D. Interessada?
    Mas tens razão ponto de exclamação
    Beijinhos

    ResponderEliminar