quarta-feira, 28 de março de 2012

SEMENTE

ah uma semente na rocha fria da minha imaginação
que futuro poderá ter este desejo afogado em cinzas?
penso que penso na vida que me leva descontente
e sorrio extenuada de chorar por dentro do desalento
sorrio e semeio esse sorriso na rocha fria da minha alma
aqueço uma mão na outra e sento-me no chão da esperança
há quem diga que mais vale esperar do que deixar a vontade cair
há quem diga a cantar que mais vale acreditar

2 comentários:

  1. Enquanto acreditares na tua verdade, ela será única e irrefutável.
    Mais tarde, outras a substituirão.
    Concordo que mais vale acreditar, pois julgo que todos nós temos necessidade de viver com esse aconchego que justifica.
    Entretanto, podes questionar.
    E a propósito, deixo-te um poema de que eu gosto muito porque demonstra uma imensa crença no ser humano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, verdade cada um tem a sua, a cada momento.

      Agora, quando as coisas não correm tão bem, acreditar é de facto o que nos salva. Acreditar noutro dia, noutra sorte.

      Beijinhos e obrigada pelo poema.

      Eliminar