segunda-feira, 19 de março de 2012

VALES

Agarra a ponta da corda com a ponta dos lábios. Empresta ternura à tua luta contra essa força que teima em fazer-te beijar o chão. Baixa-te, finge que desistes, dança com o teu medo. Distrai essa angústia que te aperta o peito. Tu vales mais do que essa lágrima que te empurra de encontro ao vazio. És mais que essa tristeza que tenta preencher o teu ser.

Sem comentários:

Enviar um comentário